Produção

A LEREBY foi criada em 1998 com objetivo de contribuir para a indústria audiovisual, tendo como sócio-diretor Daniel Filho, renomado profissional de cinema e televisão, atuando na área de produção audiovisual desde 1952. Em 1955 trabalhou no seu primeiro longa-metragem e em 1964 começa a dirigir em cinema e televisão.

Direção de Daniel Filho:

Pobre Príncipe Encantado (1968); O Impossível acontece (1969); A Cama ao alcance de todos (1969); O Casal (1975);  O Cangaceiro Trapalhão (1983);  A Partilha (2001, direção e produção); A Dona da História (2004, direção e produção); Campanha de Natal para Banco do Brasil - Curta metragem “Valores do Brasil - Alegria”; Se Eu Fosse Você (2006, direção e co-produção); Muito Gelo e Dois Dedos D’ Água (2006, direção e produção) e “O Primo Basílio” (direção e produção) ainda em fase de pré-produção.

Ao longo da sua história a Lereby participou como co-produtora & supervisora artística nos longas metragens:  Orfeu; Simão, o Fantasma Trapalhão;  Zoando na TV; O Trapalhão e A Luz Azul; O Auto da Compadecida; Caramuru, a Invenção do Brasil; Redentor; Querido Estranho; Caminho das Nuvens; Sexo, Amor & Traição;  Filho Predileto; Cidade de Deus; Carandiru; Tainá 2 – A Aventura Continua; Cazuza – O Tempo Não Pára;  Casa de Areia; 2 Filhos de Francisco; Irma Vap - O Retorno; Vinícius; Anjos do Sol; Zuzu Angel; A Casa da Mãe Joana (em finalização); Jk – Bela Noite para Voar (em finalização); O Maior Amor do Mundo (em finalização). 

Prêmios e Festivais:

“O Auto da Compadecida” -
5th  Film Festival of Miami (2001) - Best Movie Public Prize; Grande Prêmio de Cinema Brasileiro - 4 Prêmios (Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Roteiro, Melhor Lançamento) e indicação para Melhor Filme.

“A Partilha”- 6th  Film Festival of Miami (2002) - 2 Prêmios (Best Movie Public Prize, Best Screenplay); Grande Prêmio BR de Cinema - 2 indicações (Melhor Atriz – Andréa Beltrão e Glória Pires)

“ Cidade de Deus” - Oscar (2004) - 4 indicações (Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Montagem e Melhor Fotografia); Globo de Ouro (2004) - Indicação para Melhor Filme Estrangeiro;  BAFTA - Prêmio de Melhor Edição e indicação para Melhor Filme Estrangeiro; Independent Spirit Awards - Indicação para Melhor Filme Estrangeiro; Festival de Havana - 9 Prêmios (Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Fotografia, Melhor Edição, Prêmio da Universidade de Havana, Prêmio FIPRESCI, Prêmio OCIC, Prêmio da Associação de Imprensa de Cuba e Prêmio Grand Coral); Festival Internacional de Toronto - Menção Especial; Grande Prêmio de Cinema Brasileiro - 6 Prêmios (Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Montagem, Melhor Som, Melhor Fotografia) e 10 indicações.

“Carandiru” - Festival de Cannes - Seleção oficial; Grande Prêmio de Cinema Brasileiro - 2 Prêmios (Melhor Diretor e Melhor Roteiro Adaptado) e 12 indicações

“ A Dona da História” - Festival do Rio BR - Abertura do Festival; Grande Prêmio de Cinema Brasileiro - 5 indicações; 9th  Film Festival of Miami (2005) - 3 Prêmios (Best Movie Public Prize, Best Actress, Media Award); Wild Cinema Windhoek International Film Festival (2006) – Participação;  Festival de Cine Brasileño de Barcelona (2006) – Participação; 1ª Mostra De Cinema Brasileiro – Fundação Luso-Brasileira  de Lisboa (2006) – Participação; 10th  Film Festival of Miami (2006) - Participação (abertura do festival); 16º Cine Ceará - Festival ibero-americano de Cinema (2006) – Participação

“ Cazuza – O Tempo Não Pára” - Grande Prêmio de Cinema Brasileiro (2004) - Melhor filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia, Melhor Ator, Melhor Montagem, Melhor Som e Melhor Trilha Sonora; I Festival de Cinema de Países Língua Portuguesa (2004) - Melhor Filme Júri Popular; 9th  Film Festival of Miami (2005) - Prêmio Best Feature Film, Best Actor; Festival de Cine Brasileño de Barcelona (2006) – Participação; 1ª Mostra De Cinema Brasileiro – Fundação Luso-Brasileira  de Lisboa (2006) – Participação; Tropicália – A Revolution in Brazilian Culture (2006) - Participação; 16º Cine Ceará - Festival ibero-americano de Cinema (2006) – Participação

“2 Filhos de Francisco” - Prêmio ACIE de Cinema - 2 Indicações (Melhor Filme, Melhor Diretor)

“ Vinícius” - Prêmio ACIE de Cinema (2005) - Melhor Documentário

Novos Projetos:


Chico Xavier, depois da vida”- Longa Metragem
Teatro Brasileiro – Século XX”- Documentário
Guardiões do Samba”- Documentário
Cartola”- Documentário
Noites Cariocas”- Documentário
“Presidente Inesperado”- Documentário
Paulo Gracindo”- Documentário